MICREX - BIOWORLD

[ ... ] Itens
Comprar
Bioworld : Home » Medical News » A solução para infecção urinária

A solução para infecção urinária

E-mail Imprimir PDF

Infecção urinária em crianças: O que os pais precisam saber

 

Choro na hora de fazer xixi, febre, falta de apetite, peso abaixo do normal, odor forte na urina ou presença de sedimento. Esses são os sintomas que acometem as crianças com infecção urinária, mais comum em meninos no primeiro ano de vida e em meninas na idade pré-escolar e escolar. O acompanhamento deve ser realizado com o pediatra, pois quando não bem tratado, esse incômodo pode ocultar malformações do trato urinário que acarretam quadros de insuficiência renal, necessitando de diálise e transplante.

As causas da infecção urinária variam de acordo com o sexo e a faixa etária.  Segundo Dr. Nuncio Vicente De Chiara, responsável pelo Setor de Urologia Pediátrica do Serviço de Cirurgia Pediátrica do Departamento de Pediatria da Santa Casa de São Paulo, ela não é comum em recém-nascidos, portanto, quando ocorre, deve-se pensar numa malformação do trato urinário. “Embora, hoje a maioria dessas malformações já são diagnosticadas durante a gestação pelo exame ultrassonográfico da gestante, muitas podem passar despercebidas e são diagnosticadas nos primeiros meses de vida por ocasião de uma infecção urinária. Em geral, são quadros graves, que necessitam de internação hospitalar”.

Já em crianças maiores, a infecção em meninas é devida, na maioria das vezes, por contaminação da bexiga e uretra por bactérias que são comuns nas suas próprias fezes ou por um hábito inadequado, como segurar a urina muito tempo ou até mesmo ir ao banheiro com frequência exagerada. “Nessas pacientes, deve-se estimular para que urinem quando tiverem vontade, não inibindo o desejo miccional, e, se possível que não fiquem mais que três horas sem urinar. Associar uma higiene adequada, preferencialmente lavando o períneo após as evacuações e de frequentarem praia ou piscina”, recomenda Dr. Núncio.

Nos meninos, é importante verificar se não apresentam fimose, que, de acordo com o especialista, é a fonte de proliferação de bactérias que causam infecção urinária. “A prevenção é a higiene adequada no banho e, quando a fimose dificulta o processo, há indicação de operação”.

 

Sintomas variam com a idade da criança

 

De acordo com Dr. Núncio, nos bebês até um ano, os sinais mais frequentes do problema são febre, falta de apetite e dificuldade para ganhar peso, e, mais raramente, odor forte na urina e presença de sedimento. Em poucos casos ocorre dor para urinar exteriorizada pelo choro.

 

Nas crianças maiores, a dor no momento de fazer xixi é o sintoma mais relatado, alem de baixo ventre dolorido e urina com odor forte e sedimento. Quando essas manifestações também são acompanhadas de febre, a infecção deve ser considerada grave, pois pode haver comprometimento renal.

 

“Na suspeita de infecção urinária, o pediatra deve ser sempre consultado, pois somente o médico tem condições de avaliar adequadamente o paciente, confirmar o diagnóstico, pesquisar o motivo e tratar. Dessa forma, podem ser evitadas ou minimizadas significantemente as complicações futuras”, alerta o especialista.

 

Tratamento

 

A infecção urinária infantil é inicialmente tratada com a ingestão de antibiótico. Quando o fator é uma malformação do trato urinário, além do medicamento, é indicada a cirurgia. O procedimento cirúrgico também é recomendado para meninos que possuem fimose que dificulta a limpeza, o que pode acumular as bactérias causadoras da doença.

 

Quando a infecção é recorrente ou a criança tem menos de um ano, é importante a pesquisa da causa com exames de imagem, pois há grande possibilidade de se tratar de uma malformação do trato urinário.

 

“Vale ressaltar que assim como o pediatra é importante no diagnóstico e tratamento da infecção urinária, o cirurgião pediatra especializado em Urologia Pediátrica é quem deve acompanhar as crianças portadoras de malformações do trato urinário”, completa Dr. Núncio.

 

DICA BIOWORLD:

A boa notícia a fruta Cranberry ajuda a combater a infeção urinária

A fruta está entre os componentes que ajudam a amenizar, ou mesmo eliminar a infecção urinária. Sua eficiência é comprovada por muitos estudos científicos e reconhecida pelas autoridades sanitárias tanto na Europa e EUA. O Cranberry contém proantocianidinas (PACs), que impendem as bactérias responsáveis pela doença de se fixarem nas paredes do trato urinário. E mais novidades positivas: como se trata de uma alternativa natural, o Cranberry está liberado para crianças e grávidas. 
O Cranberry pode ser encontrado na composição do Pilicis gel, que tem 50% da fruta em sua substância. É muito fácil oferecer PILICIS para os pequenos, porque possui um sabor adocicado, próprio da fruta, as crianças adoram. Oferecer duas colheradas por dia do PILICIS é uma boa forma de prevenção.

Pilicis Gel sem açúcar 40g

R$ 44,00

SAC: www.micrex.com.br